segunda-feira, 16 de março de 2009

hostilidade, não passe adiante.


Seja duro, mas não seja hostil.
Diga que odeia, que se sente maltratado, que se sente magoado,
que se sente injustiçado, maltrapilho diante de tudo,
mas não seja hostil.

Diga que se arrepende desse punhado de tempo que corremos juntos,
desse amontoado de dias que andamos juntos,
desse monte de horas que paramos juntos.
mas não seja hostil.

E reclame da insatisfação que meu corpo te traz,
da ânsia e nojo que meu cheiro te traz,
da raiva, do ódio e do repúdio que meu riso te traz,
mas não seja hostil.

Não seja hostil.
Assim você só se iguala ao monstro que te atormenta,
se compara ao homem que te sustenta.
Não seja hostil. Seja breve, seja leve!



[Muitos passarão. Outros tantos, passarinho!]

5 Comentários:

Às 16 de março de 2009 16:39 , Blogger Tainá Facó disse...

Enquanto a gente não entra nessa "hostilidade", "a gente vai levando"...



MEU BEIJO!

 
Às 8 de abril de 2009 21:06 , Blogger Paloma. disse...

Uns aprendem... outros a gente fica esperando que aprendam!

 
Às 22 de abril de 2009 16:30 , Blogger Chico disse...

^^

'Hostilidade'

Não sei, e sei sobre isso.

Acho que todos nós passamos em um determinado momento da vida a ser hostil, não é mesmo?


Abraços grande mael!

 
Às 13 de maio de 2009 15:31 , Blogger Kelvia Sena disse...

"E reclame da insatisfação que meu corpo te traz,
da ânsia e nojo que meu cheiro te traz,
da raiva, do ódio e do repúdio que meu riso te traz,
mas não seja hostil".

... perfeito!

 
Às 5 de junho de 2009 07:05 , Blogger Raíssa Forte disse...

td foram hostis um dia...
me diga o segredo q não o ser, pq eujá estou cansada de tnt hostilidade.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial